Glândula pineal: o que é + 7 dicas para estimular


É uma pequena estrutura com o tamanho aproximado de uma ervilha, de cor cinza-avermelhado. Está por cima dos tubérculos quadrigêmeos anteriores, bem em frente ao cerebelo.

Sua principal secreção é a melanina, responsável pelo relógio biológico do corpo. Durante a noite, o nível de melatonina no sangue alcança seu pico, sofrendo queda gradual ao longo do dia. A pineal regula o início da puberdade, leva ao sono e pode influenciar nosso estado de espírito.

Jacob Liberman, no livro "Light: Medicine of the future", afirma que a luz natural contém uma porção ultravioleta do espectro, sendo vital para nosso organismo. Além disso, a luz que penetra através dos olhos é usada não só para ajudar a visão, como também para ativar o relógio biológico, através da pineal e do hipotálamo - responsável pelo controle das funções que mantém o corpo em equilíbrio.

De acordo com a filosofia iogue, a pineal seria o vínculo entre o corpo físico (mais denso) e o corpo psíquico (mais sutil). A pineal está diretamente ligada ao chakra do terceiro olho, na altura do centro da testa, sendo importante para a intuição.

Desequilíbrios podem acontecer se houve uma dieta pobre em nutriente, estresse, exposição excessiva a aparelhos eletromagnéticos como antenas, tv, celular, flúor e cloro.

Para manter a boa atividade da glândula pineal, algumas dicas simples podem ser adotadas:

1 - Conforme explicado no Curso Básico de Cromoterapia, observar a luz solar de forma indireta - estando na sombra, sem óculos de sol - nos horários de sol leve (início e final do dia) por cerca de 20 a 30 minutos por dia colabora, entre outros pontos, para a atividade adequada da pineal.

2 - Além da luz, a escuridão completa também ajuda no equilíbrio da produção de melatonina. Na hora de dormir, elimine qualquer vestígio de luz - use cortinas escuras, apague todas as luzes, deixe o celular a pelo menos 2 metros de distância de si e se houverem luzes de painéis como em climatizadores ou aquecedores, busque um meio de cobri-los (sem impedir a circulação do ar do objeto).

3 - Colocar um cristal no centro da testa por 15 a 30 minutos ajuda a reequilibrar a glândula pineal. Os cristais mais indicados são os de coloração que vão do azul índigo ao violeta. Lápis lazuli, jaspe azul, topázio azul, azurite, turmalina azul, celestita, obsidiana azul, fluorita roxa, sodalita e pedra da lua são boas indicações. Lembre-se de sempre deixar a pedra limpa e energizada antes do uso.

4 - Massageie levemente a região do terceiro com 1 ou 2 gotas de óleos essenciais - sempre dissolvidos em óleos carreadores. As melhores indicações para o estímulo da pineal são: sândalo, incenso, mirra, sálvia, cedro e artemísia. O nariz é uma ponte para o cérebro e para a pineal.

5 - Com os dedos indicador e médio, de batidinhas suaves na região do centro da testa por alguns segundos, mentalizando sentimentos edificantes - alegria, amor, sabedoria, paz, evolução.

6 - Manter uma dieta balanceada, rica em nutrientes, e consumir bastante água pura de qualidade - sem adição de cloro ou flúor - ajuda no equilíbrio da pineal.

7 - O consumo moderado de chocolate com alto tero de cacau é um grande estimulante da glândula pineal, além de atuar como desintoxicante.

Imagens: pixabay e kisspng

Temos Curso online Básico de Cromoterapia, Cristaloterapia e Aromaterapia no endereço https://www.portaldespertaluz.com.br

Estamos nas redes sociais:
Blog: www.despertaluz.com.br
Instagram: https://www.instagram.com/despertaluz/
Facebook: https://www.facebook.com/portaldespertaluz/
Pinterest: https://br.pinterest.com/despertaluz/
Email: portaldespertaluz@gmail.com
Youtube: https://www.youtube.com/despertaluz
https://soundcloud.com/despertaluz


Postagens mais visitadas