Pular para o conteúdo principal

Postagens

O medo prejudica a memória

Você sabia que o medo prejudica a memória?  E que álcool, nicotina e cafeína  associadas ao momento da memorização tornam-se um gatilho indispensável para a lembrança da memória?

 A memória está ligada à aprendizagem, e aprendemos e lembramos não só com o cérebro, como também com o eu físico. Isso mostra que a mente está no corpo, formando um corpomente e demonstrando como a mente é realmente penetrante e de longo alcance.

Estudos muito claros feitos pelo Dr. Donald Overton mostram a existência de estados dissociados, ou seja, não-conectados, de aprendizado e memória. Os dados dele demonstram que o que se aprende num estado induzido por drogas, posteriormente não se consegue resgatar da memória, a menos que a pessoa esteja na mesma condição primeira. Por exemplo, se você fuma cigarros e toma café ao se preparar para um exame, não será capaz de se lembrar dos conhecimentos durante a prova, a menos que fume cigarros e tome café. Isso acontece porque diversas substâncias como álcool, ni…

Doenças Emocionais de A a Z - Epilepsia

A epilepsia é caracterizada por uma afecção que consistem em acessos recorrentes de distúrbio de consciência, podendo também ser outras funções psíquicas, ou movimentos musculares involuntários e/ou perturbações do Sistema Nervoso Autônomo. Essas sensações são oriundas de descargas disrítmicas de neurônios da cabeça. 
Sob a perspectiva emocional, a epilepsia indica sensação de perseguição, grande conflito interior, rejeição pela vida e atitude de autoviolência.
Costuma indicar dificuldades de aterramento, ou seja, não demonstram uma boa conexão com a terra, e portanto, sensação permanente de insegurança e fragilidade. Quando a pessoa percebe qualquer coisa que possa atacar sua autoestima ou segurança, ocorre o ataque e por consequência, a crise.   
Desenvolver intenso estado de autoamor, entrega e confiança ao fluxo da vida e fortalecer a conexão com a terra podem ajudar a amenizar as crises.
Novo padrão sugerido: Escolho ver a vida como amor incondicional. Sou eterno, estou alegre e …

Conheça os benefícios e como aplicar a Chocolaterapia

O chocolate contém muitas propriedades nutricionais, desde que seja um chocolate feito com cacau de alta qualidade, sendo também um elemento terapêutico quando ingerido ou aplicado na pele. A partir desse conceito esse conceito, nasceu a terapia com chocolate e não é mais uma moda passageira, sendo uma das muitas terapias oferecidas pelo SPA e pelos centros de beleza da atualidade.

Apesar de ser uma técnica terapêutica aplicada em centros especializado, também são encontrados produtos para profissionais de uso doméstico a preços realmente acessíveis.

Baseada inteiramente em cacau puro, a terapia com chocolate é aplicada no âmbito de terapias alternativas para nutrição e saúde da pele. A cobertura de chocolate surge como uma nova forma de  terapia, como a terapia de lodoterapia ou de lama, algaterapia ou mesmo, a cobertura de mel.

Sua aplicação consiste no uso de um grupo de produtos de chocolate  tipo cacau 100% puro para facilitar o acesso da pele aos benefícios do chocolate, em for…

O que é Musicoterapia?

A música como forma de terapia influencia a estrutura e funções do sistema nervoso central e sistema nervoso autônomo, impactando também nas glândulas endócrinas e órgãos internos. Todo esse complexo é combinado com a obra musical, ou seja, com a melodia, harmonia, ritmo, timbre e disposição psíquica particular de cada um para surtir efeitos positivos. Pertence ao ramo da medicina de recuperação.




A partir do conjunto das características mencionadas (arranjo musical + perfil pessoal) a música pode promover ou bloquear a sensibilidade emocional da pessoa, bem como sua memória, imaginação e representações mentais. Quando bem utilizada promove uma espécie de massagem única que ajuda a eliminar o stress, a ansiedade, a promover limpeza no campo sutil e consequente restabelecimento da assinatura energética.

Doenças emocionais de A a Z - Enxaqueca

A enxaqueca é uma síndrome que se carateriza como cefaleias (dores de cabeça) periódicas, muitas vezes tomando somente um dos lados da cabeça, e podem ser acompanhadas por náuseas, vômitos e perturbações sensoriais como visão turva e formigamento da ponta dos dedos. Tem a tendência a se manifestar como uma dor pulsante.
Sob a perspectiva emocional pode ser uma manifestação da raiva pela pessoa se sentir rejeitada ou pressionada pelo outro. pode sinalizar também resistência ao fluxo da vida e proteção em relação à aqueles que buscam invadir seu espaço vital. 
Também pode indicar preocupação com a autoimagem, senti-se obrigado a ser perfeito e/ou a fazer o que não lhe agrada, o que desperta sentimentos como impaciência, raiva, mágoa, necessidade de segurança e proteção. 
Outro ponto que pode desenvolver a enxaqueca está relacionado com a sexualidade, que é bloqueada por pensamentos por medo de expôr o que sente, assim como a agressividade. Essa energia fica represada, gerando a dor. 
P…

Doenças emocionais de A a Z - Envelhecimento (problemas de)

Os problemas que podem surgir por consequência do envelhecimento como doenças e limitações, tendem a estar relacionados ao excessivo apego às normas sociais e postura conservadora diante da vida.
Aparem em pessoas com fortes crenças sociais, que tem dificuldades em renovar suas ideias, fixando-se a um modo antigo de pensar. Expressam rejeição do que é novo, representando pensamentos e emoções endurecidas, rígidas. 
Também podem estar relacionada ao medo de ser você mesmo, de ser autêntico, fiel à sua essência.
Já a senilidade representa uma fuga com intenção inconsciente de retornar à infância.
Vale lembrar que o corpo passar por renovações celulares constantes e portanto, o envelhecimento está bastante ligado à ideia e percepção de passagem de tempo, e  não à constituição física em si. Transformando ideias e percepções, observando a vida com maior flexibilidade, acabará se refletindo em melhor estado de saúde, vitalidade e rejuvenescimento.
Novo padrão sugerido por Louse Ray: "E…

Doenças emocionais de A a Z - Enurese (incontinência urinária)

A enurese caracteriza-se pela incapacidade de controle eficiente da bexiga, gerando escapes urinários. Apresenta-se com mais frequência em criança saindo da fralda, idosos ou pessoas com sequelas de operações relacionadas ao aparelho urinário e próstata.

Sob a perspectiva emocional, está associada aos pais, em especial à autoridade paterna, podendo estar relacionada a outra figura de autoridade, geralmente masculina. Este é um dos motivos pelo qual costuma acontecer com crianças, o desfralde pode gerar medo excessivo da figura paterna, especialmente se a pessoa se sente muito pressionada.

A incontinência funciona como uma desconcentração como uma reação à pressão vivida, funcionando como uma descarga de problemas interiores. Por este motivo é considerada o "choro no nível inferior do corpo".

Novo padrão sugerido para crianças: Esta criança é vista com amor, compaixão e compreensão.

Novo padrão para adultos: estou seguro e livre para viver com liberdade, segurança e confiança …