As células, os pensamentos e a vibração



"Somos feitos de 50 trilhões de células, que são entidades vivas. Concluímos que somos na verdade uma comunidade, e não uma única pessoa. Cada célula viva é como uma bateria - tem uma voltagem negativa na parte interna e voltagem positiva na parte externa, e cada célula tem em torno de 1,4 volts. Se calcularmos 50 trilhões de células x 1,4 volts, são 700 trilhões de volts de eletricidade em cada corpo vivo, neste instante. Com treino e meditação, é possível 'sentir' essa energia, também conhecida como chi (ou prana, ou ki, ou energia vital).

Nos vemos como uma entidade física (material), mas além disso, de acordo com a física moderna, somos feitos de ondas energéticas interagindo uns com os outros a cada momento, com todos os animais e todas as plantas, através da vibração emitida energeticamente. Isto é o que impede uma presa de se aproximar voluntariamente de um predador, por exemplo.

Da mesma forma, se fôssemos ensinados a perceber essa vibração ainda criança, não nos aproximaríamos de relacionamentos e lugares negativos com tanta facilidade, mas fomos ensinados a não ouvir nossos sentimentos, e sim a escutar o que as pessoas tem a dizer. A linguagem foi criada para esconder os sentimentos.

Todos os organismos de comunicam por vibração e sabem se estão em um lugar bom ou ruim através desta vibração, nós temos essa habilidade. Se eu olhar para a plateia, ou se você me olhar, nos vemos como partículas físicas e máquinas, mas isso é uma ilusão, porque o que nós somos são ondas que interagem, e é por isso que uma pessoa pode afetar outra pessoa somente por estar no mesmo campo, e hoje a física estuda essa vibração, e não as partículas. Em física quântica nós estudamos as ondas, e o conjunto de todas as ondas juntas é chamado de campo. Então, somos feitos de átomo (matéria) mas também de campo, estamos conectados a tudo, porque não é possível separar ondas.

Através do aparelho de magnetoencefalograma, é possível ler a atividade de pensamentos sem que a sonda encoste no cérebro. Esta é a comprovação de que a atividade cerebral está fora da cabeça.

Como onda, todos estamos interligados, Se você tem um pensamento positivo sobre alguém, essa pessoa fará um esforço para entrar em contato com você; mas se tem um pensamento negativo sobre alguém, onde quer que esteja, criará conversas negativas sobre você. Então é muito importante aprender a reconhecer que seus pensamentos e julgamentos não estão conectados apenas a si próprio, como estão conectados às outras pessoas.

Seu cérebro funciona como um diapasão e emite as frequências dos seus pensamentos, e entra em harmonia com você a pessoa com pensamentos ressonantes com os seus - assim como se sintoniza uma rádio, por exemplo. Se vive com medo, tende a atrair um "bicho papão". Então, quando pensa, está ativando e influenciando as coisas no mundo que estão conectados aos seus pensamentos.

Por esse motivo também um grupo de pessoas tende a ser mais forte quando todos tem o mesmo pensamento. Não se consegue criar uma guerra, até que pessoas o suficiente estejam prontas para ir à guerra.

Então, quando olha para você próprio, não vê uma entidade individual, mas uma comunidade de 50 trilhões de células. É importante compreender a palavras comunidade: cada célula é inteligente, mas quando elas estão em comunidade, elas desistem de suas inteligências pessoais e respondem à voz central - o que chamamos de organismo - e nessa comunidade, cada célula tem de seguir o que a voz central emite. E se a voz central der ordem para morrer, as células vão morrer. A voz central é a mente.

A mente tem duas partes e às vezes, temos dificuldade para controlar a nossa vida. Primeiro, existem sinais do ambiente interno e externo. A função do cérebro é perceber os sinais e depois, interpretar esses sinais, enviar a informação para as células para controlar o comportamento e a genética, ou seja, a função do cérebro é a percepção, a partir de onde se cria a mente.

O efeito placebo acontece quando se tem um pensamento positivo de melhora de saúde, toma-se um comprimido de substância neutra, como açúcar, mas a pessoa acredita que é um medicamento, e a pessoa mostra sinais de cura com isso. Conclui-se que não foi o medicamento que a curou, foi o pensamento. As estatísticas revelam que um terço de todas as curas médicas incluindo as cirurgias são resultado do efeito placebo. O efeito placebo acontece se a pessoa tem pensamento positivo. Mas e o pensamento negativo? O pensamento negativo causa o efeito nocebo - com o mesmo poder de cura do efeito placebo através do pensamento positivo, os pensamentos negativos podem levar à morte. Ambos são o mesmo efeito, porém um é positivo e outro, negativo.

Se durante nosso crescimento fossemos programados com crenças mais fortes, seríamos mais fortes do que somos atualmente."

Dr. Bruce Lipton - biólogo celular
Texto baseado neste vídeo --> aqui.


Imagem de Arek Socha por Pixabay

Postagens mais visitadas