Pular para o conteúdo principal

Doenças emocionais de A a Z - Bexiga

Várias pessoas são afetadas por problemas na bexiga. Suas causas emocionais indicam ansiedade ligada a velhas ideias, ao medo de soltar padrões ultrapassados. Revelam também estado de raiva e a necessidade da pessoa de se desprender de episódios desagradáveis com pessoas próximas, uma vez que a bexiga é o último órgão por onde passa a urina antes de sua eliminação. 



Por outro lado, quem prende a necessidade de chorar por um longo tempo, tende a ter problemas com bexiga solta. Essas pessoas tendem a ser muito exigentes e criteriosas, com uma postura que dificulta a aproximação de outras pessoas, e compensam as lágrimas não choradas com excesso de eliminação urinária 

A bexiga está ligada à capacidade de suportar. Quando se é preciso suportar algo que provoca angústia, a longo prazo a ansiedade para a resolução cresce. Se a pessoa não conseguir soltar essa pressão interior, torna-se cega para a vida, saturada emocionalmente, desenvolvendo falta de respeito próprio. Revela um sentimento de não aguentar mais segurar.

A bexiga também pode revelar erros cometidos por nós mesmos do qual nos arrependemos amargamente. A pessoa "prende" o arrependimento, gerando um padrão de culpa e punição.

Para reverter problemas na bexiga é preciso redescobrir seus próprios pensamentos, valorizar seus sentimentos, libertando mágoas e ressentimentos em relação à intolerância sobre os erros do outro ou de si mesmo. É preciso ser mais flexível com os acontecimentos da vida, deixá-la fluir e ir embora aquilo que não faz bem interiormente.

A palavra chave para problemas na bexiga é soltar: velhos padrões e sentimentos nocivos, mágoas, arrependimentos, inflexibilidade.

Novo padrão sugerido: Eu escolho soltar tudo o que impede minha vida de fluir. Eu perdoo e liberto as pessoas, sentimentos e situações que me prendem à sentimentos desagradáveis. Estou livre para viver com amor e alegria. 

 

Postagens mais visitadas deste blog

O Mapa da Consciência de Hawkins - frequência vibracional

David R. Hawkins foi um médico psiquiatra que dedicou sua vida a estudos que ajudassem a melhorar o bem estar do ser humano.


Através da cineseologia e alguns testes simples conseguiu desenvolver uma metodologia capaz de  medir a frequência do campo vibracional de pessoas, filmes, documentos, criando uma escala chamada "Níveis de consciência de Hawkins" onde computou os sentimentos do mais baixo - vergonha, 20 Hz - ao mais elevado - Iluminação, de 700 a 1000 Hz.

Doenças emocionais de A a Z: Abcessos e furúnculos

Abcessos





São acúmulos de pele causados por obstrução de glândulas sebáceas ou sudoríparas, onde há células mortas, bactérias e outros detritos. Há uma resposta inflamatória do organismo, causando acúmulo de pus, vermelhidão, dor, inchaço.

Doenças emocionais de A a Z - Apendicite

A apendicite é caracterizada por um bloqueio na vida causado pelo medo.



Vítimas dessa doença mostram alegria dispersa e  resistência a quebrar um padrão ficando agarradas a situações como relacionamentos, profissão, que não trazem satisfação por medo de tomar outro caminho.