Doenças emocionais de A a Z - Bócio

O bócio é caracterizado por hipertrofia (aumento) da glândula tireoide, formando uma espécie de papo na altura da garganta. Pode ser causado pela carência de iodo ou aumento de estímulo na hipófise. Está ligado ao chakra da garganta, da capacidade de se expressar e ser criativo.





Costuma surgir associado a sentimentos de ódio por ter sido maltratado, sendo que a pessoa se sente como vítima. Sente-se atravessada na vida, não realizada. Tem dificuldades para interagir consigo mesmo, por não ter bem definido ou aceitado seu percurso na vida. Em geral costuma agir de acordo com o que dita a sociedade para se sentir aceita quando isto vai contra sua essência, mas prefere esta escolha para se sentir reconhecida. Por exemplo, se é reservada, aceita falar em público se o social lhe pedir isso. Ou, se gosta de se expressar, reprime sentimentos e pensamentos diante de pessoas que exercem alguma autoridade sobre si.

Este ferir de sua subjetividade é guardado como ódio reprimido, causando o bócio. Em geral surgem em pessoas que se reprimem de alguma forma, ou pessoas que quando se frustram, desistem, o que gera raiva de si mesmo e ao mesmo tempo, sensação de incapacidade de que conseguiria se tentasse de novo. Por essa percepção ser bem dolorosa, acabam sempre procurando um motivo externo que sirva de álibi para sua repressão.

Para reverter esse problema a pessoa precisa trabalhar no sentido de parar de se oprimir, se colocando como vítima, assumindo seu poder pessoal, resgatando sua subjetividade e as rédeas sobre as escolhas que a fará realizada.

Novo padrão sugerido: sou minha própria autoridade na vida. Assumo meu poder pessoal, sei que sou livre para ser quem sou.

***

Para que se possa abranger o maior número de doenças possível, publicaremos as doenças periodicamente em ordem alfabética. É importante sempre avaliar com calma cada caso, olhando para o interior, conversando consigo mesma/o para perceber qual é o padrão arraigado e como este pode ser substituído por um novo padrão, visto que todas as doenças partem do eu, do que criamos em nosso interior e se manifesta no exterior. Em seguida, fale consigo  várias vezes sobre o novo padrão e sempre com a postura de que a doença já está curada.


Livros de referência:

  • Você pode curar sua vida
  • Linguagem do corpo
  • Metafísica da saúde
imagem brasil escola