Dar é importante. Mas você sabe receber?



A vida é um fluxo constante e tudo o que trava esse fluxo provoca desequilíbrios. Da mesma forma, tudo funciona de maneira dual, com duas polaridades: macho/fêmea, positivo/negativo, onda/partícula.
Somos sempre estimulados a dar, no sentido de doar: amor, alegria, contribuição, compaixão, compreensão, empatia, generosidade, o que é desejável e provoca impactos muito positivos no inconsciente coletivo. Por outro lado, se só queremos receber, nos tornamos egoístas, egocêntricos, intolerantes, exigentes, arrogantes, mesquinhos, insaciáveis e injustos,

A questão é que, uma vez que o Universo é um fluxo de energia, o dar precisa estar em equilíbrio com o receber. Se o indivíduo só dar, ou só receber, trava este fluxo, provocando em sua vida impactos negativos. É claro que o ato de dar, seja o que for - contribuição, conhecimento, bons sentimentos - precisa ser destituído do interesse em receber, ou perde seu valor. Porém, com bastante constância as pessoas estão fechadas para o receber, sem se dar conta disso, até que o sentimento de injustiça, uma espécie de cansaço energético, acabe por se manifestar.

Há alguns motivos para a pessoa estar fechada para o sentimento de receber:

1. Teme receber e ser cobrada por isso: a pessoa aceitou receber algo de pessoas que usam o dar como moeda de troca.

2. Não desenvolveu o sentimento de merecimento: tem autoestima baixa e por esse motivo, não se sente merecedora ou acha que se aceitar algo, estará sendo inconveniente.

3. Recebe, mas não consegue perceber: a pessoa se decepcionou com pessoas nos quais confiou e trancou sua percepção e sensibilidade.

4. Recebe, mas estipula de quem ou o quê: a pessoa coloca regras e especificidades para o receber e deixa de valorizar as bênçãos que chegam todos os dias. 

Se você sente que dá muito de si, mas sente que recebe pouco em troca, analise suas percepções e sua vida. Perceba se não se fechou para o receber, ou se não se sente merecedor. Perceba também que há muitas formas de receber coisas boas: encontrar pessoas gentis em atendimentos, receber o amor e o carinho de um bichinho de estimação, da família, de amigos queridos, receber boas oportunidades, reconhecimento e elogios. 

Finalmente, analise sua energia. É preciso lembrar que a realidade justifica o conjunto de pensamentos e sentimentos - conscientes e inconscientes - sustentados na maior parte do tempo, e se o entorno mostra pessoas egoístas, arrogantes e mesquinhas, é preciso rever o sistema de crenças e ampliar a frequência vibracional, buscando alimentar pensamentos e sentimentos como amor, alegria, apreciação, gratidão. Dessa forma a chance de atrair pessoas/situações que devolvam à sua realidade bons sentimentos e oportunidades será muito maior.

Se desejar saber mais, assista ao vídeo: