Obstruções de energia



As obstruções no campo de energia são as principais responsáveis por doenças físicas e emocionais por impedir que o fluxo de energia flua com equilíbrio e estão impressas na aura. Grande partes dessas obstruções são desenvolvidas a partir de conceitos apreendidos na infância e faz parte da vida de todos, em maior ou menor grau. A autora Barbara Ann Brennan depois de observar muitas obstruções nos campos áuricos das pessoas classificou essas obstruções em seis tipos:


1 – Maçante – deprime os sentimentos e energia da pessoa até estagnar, provocando aumento de fluidos corporais na área correspondente, onde o corpo começa a ficar endurecido. Como características é de baixa energia, está associada ao desespero, à raiva, à censura e à sensação de impotência.

2 – Compactação – suprime os sentimentos demonstrando grande volume de fúria acumulada. Essa obstrução da energia gera um acúmulo de gordura ou músculos corporais na área correspondente. Se persistir, essa obstrução pode causar enfermidades como uma inflamação séria. Nesta obstrução a pessoa tem consciência de sua fúria represada, porém tem dificuldades de se libertar dela porque o sentimento está associado à humilhação- prefere reprimi-lo a reconhecê-lo.

3 -  Armadura de rede - ajuda a pessoa a evitar sentimentos, sobretudo o medo, por propiciar a rápida movimentação das obstruções quando ela é desafiada, quer numa situação de vida, quer na terapêutica. É uma obstrução “inteligente”, pois quando se tenta removê-la simplesmente muda de lugar. Demora para manifestar doenças e dá a impressão de que tudo está aparentemente perfeito, quando na verdade esconde um vazio permanente. A pessoa evita embarcar em sentimentos profundos, até que em algum momento criará uma crise para que possa deixá-los eclodir, o que pode acontecer através de algo positivo (uma grande amor) ou negativo (acidentes ou doenças).

4 - Armadura de placa – esta obstrução congela todos os tipos de sentimentos, que permanecem mantidos no lugar, em volta do corpo, por um campo de alta tensão generalizada. Ajuda a pessoa a construir uma vida bem-estruturada no nível exterior, com o corpo bem construído e os músculos firmes. Porém a nível pessoal a vida será insatisfatória, pois os sentimentos estão anulados, e o corpo vive em estado de tensão. Em algum momento essa tensão precisará ser liberada, o que geralmente acontece através de doenças como úlceras ou ataque cardíaco – um sinal de que a vida interior pede socorro e mudanças urgentes que o façam se reconectar com sentimentos mais profundos.

5 - Depleção da energia - é a redução da energia que flui pelo membro na direção das extremidades. Os membros são bloqueados não permitindo que a energia flua, o que acarreta a fraqueza dos membros e, em alguns casos, até o subdesenvolvimento físico e paralisação da área. Essa obstrução surge do medo de ir em frente ou fracassar.

6 - Vazamento da energia – nesta obstrução a pessoa permite que a energia seja esguichada pelas juntas ao invés de fluir através dos membros, desta forma reduz o fluxo de energia, o que a impede corresponder a algumas experiências que o ambiente lhe pede. Em geral é desenvolvida a partir de conceitos adquiridos na infância de inadequação, perigo e rejeição. Como acha que não faz nada certo ou que tudo é perigoso, permite o vazamento de energia para ter uma desculpa para si mesmo e assim, nem chegue a precisar tentar. Devido a suas características as pessoas tendem a ter extremidades frias e a desenvolver problemas nas juntas.

Para reverter as obstruções é preciso trabalhar interiormente no sentido de buscar restabelecer contato com seu eu interior, sua essência, desenvolvendo amor próprio, autoaceitação, e alinhamento entre pensamentos, sentimentos e matriz pessoal. As terapias holísticas ajudam pois atuam na esfera energética restabelecendo a saúde do campo áurico.

OBS: este conteúdo faz parte do Curso Básico de Chakraterapia - Anatomia Eneregética, que está sendo preparado, com previsão para abertura de matrículas no dia 20/03/2018, no Portal Desperta Luz.