Doenças emocionais de A a Z - Alergia

A alergia pode acontecer em aspectos diferentes, em diferentes partes do corpo. Posteriormente algumas dessas características/doenças serão melhores exploradas.



Via de regra a alergia nasce em estado de alerta às situações que se relacionam com o fator provocador da crise alérgica. Geralmente a doença nasce na infância, quando a criança presencia discussões, é muito cobrada para ser um sucesso na vida, ou vive em estado de alerta porque sua capacidade para solucionar problemas é rejeitada ou negada. Busca agir, mas sente-se impotente, criando um sistema exacerbado de defesa.  Uma das formas mais comuns de alergia é ao pó doméstico, porque em geral a reação alérgica surgiu no contexto doméstico, relacionado a repressão de alguém que exercia poder sobre o ser, como mãe, pai, esposa, marido, entre outros.

Pode surgir quando sentimos as emoções bloqueadas - a pessoa não se sente à vontade para expressar suas emoções e/ou não aceita que os outros contrariem suas ideias, criando insegurança e medo do futuro.

Alergias na pele mostram que as pessoas têm irritação com pessoas próximas quando sentem que essas atrasam seu desenvolvimento pessoal e profissional. O sintoma mostra que que o ser está sendo obrigado a fazer alguma coisa que não gosta por meio de persuasão e sua coceira é um meio de querer arrancar o que incomoda.

Outra causa de alergia é a negação do próprio poder. Se alguém faz com que se sinta incapaz de tomar as rédeas da própria vida e seguir em frente, a reação vem de forma alérgica. Esse é um dos principais motivos do despertar da alegria já na vida adulta.

Trabalhar no sentido de parar de se sentir ameaçado e contrariado é uma ótima forma de superar as alergias; os ressentimentos geralmente fazem mal somente para a própria pessoa pois o outro pode não imaginar que está sendo o causador. Liberar as mágoas e saber expressar melhor o que sente, deixar a culpa de lado, saber colocar limites em seu espaço sem agir como se estivesse sendo sempre ameaçado, ter humildade na hora de comunicar as pessoas o que está sentindo, todas essas dicas podem ajudar a fazer com que a reação alérgica regrida.

Sentir-se seguro em seu espaço e retomar a posse do próprio poder pessoal sem no entanto precisar usar de mágoa ou agressividade para isso é o melhor caminho.


Novo padrão sugerido: Convivo em paz comigo e com todos à minha volta. Estou seguro pois conheço minha capacidade e sei colocar limites saudáveis em minhas relações com tranquilidade e firmeza.

***


Para que se possa abranger o maior número de doenças possível, publicaremos as doenças periodicamente em ordem alfabética. É importante sempre avaliar com calma cada caso, olhando para o interior, conversando consigo mesma/o para perceber qual é o padrão arraigado e como este pode ser substituído por um novo padrão, visto que todas as doenças partem do eu, do que criamos em nosso interior e se manifesta no exterior. Em seguida, fale consigo  várias vezes sobre o novo padrão e sempre com a postura de que a doença já está curada.


Livros de referência:

  • Você pode curar sua vida
  • Linguagem do corpo
  • Metafísica da saúde