Doenças Emocionais de A a Z: Acidentes

Acidentes mostram incapacidade da pessoa de se defender de alguém. É uma espécie de rebelião velada contra autoridade ou ainda, crença na violência.



Em geral acidentes levam a pensar que somos vítimas do acaso, de mecanismos naturais. Na verdade os acidentes, assim como tudo no Universo, são causados por nós mesmos. Nossa natureza é perfeita e sempre optará por um ser íntegro e saudável, portanto, não seria capaz de provocá-los.

Simbolizam uma espécie de autoagressão. Por exemplo, uma hemorragia geralmente é provocada por algum tipo de acidente, a pessoa inconscientemente se agride para atender as intensas solicitações do meio ou para se sujeitar a alguma condição imposta pelos outros e como forma de resistir, gera a condição acidental.

Os acidentes só acontecem se estamos sendo dirigidos por pensamentos negativos, guardando mágoas ou ressentimentos. O lado do corpo onde os acidentes ocorrem também tem relação com a polaridade Yin Yang, se está relacionado a mágoas em relação a homem ou mulher. para compreender melhor leia este post ---> aqui.

Os acidentes acontecem por diversos motivos de acordo com a parte do corpo onde se manifestaram, ou seja, não falamos somente daqueles sofridos em veículos, mas também de origem corporal, como AVC. Porém, de uma forma geral é, importante compreender que são sempre uma manifestação do inconsciente de alguém que está se sentindo só, sem capacidade para se defender, sentindo mágoas e ressentimentos. Sente-se desvalorizado, sente que falta amor e apoio.

Quando muito grave mostra um desejo inconsciente de partir, deixar o mundo. É importante lembrar que tudo o que criamos com sentimento leva um tempo para se materializar. Talvez no momento do acidente a pessoa esteja bem, mas este certamente é reflexo de instantes de um passado recente onde o padrão de autoagressão se estabeleceu.

Aprender a liberar as mágoas e ressentimentos, procurar viver com o coração repleto de gratidão, perdão e amor evitará as circunstâncias propícias para esse tipo de evento.

Novo padrão sugerido: eu perdoo e liberto o padrão interior de autoagressão. Eu tenho valor, meu coração é repleto de amor e paz, retorno ao padrão de integridade com segurança.


Para que se possa abranger o maior número de doenças possível, publicaremos as doenças periodicamente em ordem alfabética. É importante sempre avaliar com calma cada caso, olhando para o interior, conversando consigo mesma/o para perceber qual é o padrão arraigado e como este pode ser substituído por um novo padrão, visto que todas as doenças partem do eu, do que criamos em nosso interior e se manifesta no exterior. Em seguida, fale consigo  várias vezes sobre o novo padrão e sempre com a postura de que a doença já está curada.

Livros de referência:

  • Você pode curar sua vida
  • Linguagem do corpo
  • Metafísica da saúde

imagem freepik